fbpx

Em vez de ler, que tal assistir ao vídeo?

 

Sumário do Curso Completo

 

1º módulo: Tirando o Sonho do Papel 

2º módulo: Divulgando a sua Transportadora 

3º módulo: Encantando seus clientes 

4º módulo: Gerenciando a Operação 

5º módulo: Financeiro e Fluxo de Caixa 

6º módulo: Indicadores no Transporte 

 

“Quem não é visto não é lembrado”

Não adianta ter o melhor serviço, a entrega mais rápida e o preço mais justo se ninguém souber que a sua transportadora existe. 

Há várias formas de divulgar a sua empresa e conquistar mais clientes. Algumas são gratuitas, outras são pagas. Por exemplo, estamos acostumados a ver propagandas na televisão o tempo todo, em outdoors, em revistas. Mas esses anúncios costumam ter um custo altíssimo. Esse tipo de propaganda acaba compensando apenas para empresas gigantes, que têm uma verba de marketing altíssima.

Para nós, reles mortais, a realidade é um pouco diferente. Mas fique tranquilo, se você não tem milhões para investir em propagandas na TV, há muitas outras formas mais baratas de divulgar a sua transportadora, alcançar o seu público alvo, conquistar mais clientes e começar a lucrar de verdade.

Nesta aula, vamos te dar algumas dicas que vão abrir a sua mente para você aproveitar diversas oportunidades que provavelmente estão bem na sua frente, e agora vamos te ajudar a enxergá-las.

Vamos lá? 

 

Para vender, é necessário gastar!

Antes de entrarmos nas dicas e explicações, é muito importante que você tenha algo claro em mente: Para vender é necessário gastar primeiro!

“Como assim! Eu quero ganhar dinheiro, e não gastar dinheiro!” Calma, eu vou explicar, continua aqui comigo.

Para você mostrar que a sua empresa existe, divulgar os seus serviços e aparecer no mercado, é necessário sim fazer investimentos, não tem mágica. Nem que seja com panfletos e cartão de visita, como vamos falar daqui a pouco.

Existem sim formas gratuitas de divulgar a sua empresa, mas quase sempre você vai precisar de um material de apoio ou de um profissional para te ajudar nessa tarefa.

Por isso, o planejamento é tão importante, como já citamos no primeiro módulo aqui do curso. 

Tanto grandes quanto pequenas e microempresas precisam separar um valor para a verba de marketing, que é o valor que será investido em divulgação. Claro que a quantia vai depender do que cabe no seu bolso no momento.

E fique tranquilo, esse valor é um investimento, ou seja, assim que você conquistar seus clientes você vai ter o retorno desse dinheiro.

 

“Mas eu não quero investir nada para conseguir clientes”

 

Bom, pode até ser que um cliente ou outro descubra que você existe e contrate seu serviço, mas vai ser muito mais demorado para aparecerem os resultados e o lucro.

Dá sim pra abrir uma transportadora e não fazer nada disso que vamos explicar aqui. Milhares de empresas fazem isso, inclusive. Segundo o Sebrae, 28,7% das empresas fecham em menos de 2 anos  ou porque não conseguiu clientes suficientes para pagar os custos ou porque não planejou e organizou a empresa adequadamente e por fim não consegue manter a empresa aberta.

Por isso, o nome desse curso é “Começando Certo”! Então, vamos dar o passo a passo para você começar com o pé direito, sem dor de cabeça, diferente de muitos transportadores aventureiros que acabam metendo os pés pelas mãos. 

Tendo isso em mente, agora vamos falar do que você vai precisar para divulgar a sua transportadora.

 

Identidade de Marca 

É um erro tremendo não se preocupar com a identidade da sua marca, e que muitas transportadoras pequenas comentem.

A partir do momento que você abre a sua empresa, você precisa de uma marca. 

A marca é uma representação simbólica, é o que vai fazer com que as pessoas identifiquem a sua empresa só de bater o olho. Por exemplo, quando vimos aquela maçãzinha mordida, na mesma hora sabemos que é da Apple. Outro que dá pra identificar de longe é o logo vermelho da Coco-cola, que todo mundo conhece e é inconfundível.

A sua marca pode ser um símbolo, como a maçã da Apple, ou o próprio nome da sua empresa, mas escrito de uma forma estilizada e única, usando as cores que vão representar a sua empresa, como o da Coca-Cola, por exemplo, que sempre usa o vermelho.

Se você já tem um logotipo e uma identidade visual para sua empresa, excelente! Continue aqui nesse aula que daqui a pouco vamos te dar mais dicas valiosas para conquistar mais clientes. 

Agora, se você ainda não tem um logotipo, que é essa identidade da sua marca, não negligencie essa etapa! Você vai precisar dele até pra colocar na fachada da sua empresa!

Procure um bom profissional, um designer, que vai criar o logotipo e a identidade visual da sua empresa de acordo com as suas preferências. Um profissional vai conseguir te dar dicas importantes para criar uma marca que dê resultados, que chame a atenção das pessoas e que passe credibilidade.

Há muitos detalhes que quem é leigo nesse assunto não sabe muito bem, como quais cores são melhores para passar a ideia que você quer sobre o perfil da sua transportadora, porque a cor faz sim toda a diferença. Há vários estudos sobre a teoria das cores e as sensações que cada cor causa nos seres humanos. Também o formato da letra, os desenhos e elementos que vão compor seu logo… enfim… coisas que só um profissional consegue fazer bem feito. 

E cuidado, muitas vezes o barato sai bem caro! A sua marca está diretamente relacionada com a credibilidade que a sua empresa vai passar para o mercado. 

O seu logotipo precisa ser bonito e agradável visualmente, com cores que conversam entre si, com fontes legíveis e harmônicas. Assim, a sua marca passa um ar de profissionalismo, organização e credibilidade.

Mas, ao contrário, se o seu logo for feito de qualquer jeito, por uma pessoa que não tenha conhecimentos de design, há grande chance de ele não ficar muito bom… E uma identidade visual que não seja agradável, passa um ar de desleixo mesmo, sabe? Então, o tiro pode sair pela culatra.

Então, tenha um logotipo e uma identidade visual profissional e bem feita. A imagem da sua empresa é fundamental.

 

Material Gráfico e Brindes

Umas das primeiras coisas que uma empresa, de qualquer segmento, precisa fazer em termos de divulgação é o material gráfico. Ele vai fazer toda a diferença na divulgação presencial, quando você vai visitar um cliente ou quando ele vem conhecer a sua empresa.

Material gráfico é todo tipo de material impresso que pode ser entregue em formato físico para os seus clientes. Por exemplo: cartão de visita, folders, que são os panfletos, brindes que tenham a sua marca estampada, como canetas, calendários, garrafinhas, etc. 

Esses tipos de materiais promocionais servem para fixar a sua marca na cabeça das pessoas. Quando você entrega um cartão de visita pra pessoa, com os seus contatos e logotipo da sua empresa, ela pode deixar ali guardado na carteira, e quando precisar de um serviço de transporte é mais fácil que a sua empresa seja a primeira que ela lembre.

Ou quando você dá um calendário de brinde, com a sua marca impressa, a pessoa vai ficar com ele ali na mesa, olhando pra sua marca todos os dias do ano.

Existe uma infinidade de tipos de materiais gráficos e brindes que você pode fazer, desde os mais básicos até os mais criativos e diferentes.Tudo depende do seu orçamento e da sua estratégia.

Recomendo que você tenha pelo menos um cartão de visitas ou um folder que explique resumidamente sobre os seus serviços e tenha os contatos da sua empresa.

Mais uma vez um designer ou um profissional de marketing pode te ajudar com isso.

Dica de ouro pra evitar prejuízo: sempre revise o material antes de ser impresso!

Imagine você mandar fazer cinco mil cartões de visita e todos saírem com o número de telefone errado! Ninguém merece, né?!

E não tem nada mais feio do que “corrigir” depois na mão, com caneta ou colocando fita ou adesivo por cima do erro. Sério, evitem ao máximo fazer isso! Quando você entrega um cartão ou um material da sua empresa para um potencial cliente, aquele papelzinho ali está representando a imagem da sua empresa e precisa passar credibilidade!

Revise com atenção se o número de telefone, o e-mail, o endereço e todas as informações importantes estão ali e se estão corretas, e também se há erros de português ou de digitação, porque esses erros passam uma impressão negativa sobre a sua empresa. Se possível, peça pra mais pessoas revisarem, pois pode passar despercebido. 

 

Redes Sociais 

Não dá pra ignorar as redes sociais. Eles estão presentes com muita força no nosso dia a dia. Por isso, as empresas de todos os segmentos se aproveitam disso para divulgarem os seus serviços para os milhões de usuários que acessam essas redes diariamente.

Então, é praticamente obrigatório ter um perfil para sua transportadora nas principais redes sociais do momento. Não é necessário ter em todas, isso vai variar de acordo com a sua estratégia. Primeiro, é interessante analisar em qual rede social o seu público alvo, ou seja, as pessoas que podem contratar o seu serviço, estão com maior frequência. Facebook, Linkedin, Instagram, WhatsApp, YouTube… 

 

Tenha um site

É sim importante estar nas redes sociais, e isso não exclui a necessidade de ter um site!

Hoje em dia, as pessoas pesquisam tudo pela internet. E se o seu cliente buscar no Google e você não estiver lá, ele vai fechar com o concorrente.

E porque as redes sociais não substituem um site? Podemos dizer que as redes sociais são como um espaço “alugado”. Ele não é seu, você não tem controle sobre ele, você só está ali, usando aquele espaço. E é sim importante ter a sua empresa ali, pra que ela seja encontrada por seus potenciais clientes que usam aquela rede. 

Mas as redes sofrem alterações, mudanças e até mesmo acabam! Quem lembra do famoso Orkut? Eu tinha um perfil lá, e aposto que você também, e ele fez sucesso por muitos anos. Mas, num belo dia, ele morreu….

E quem tinha toda a divulgação da empresa focado só no Orkut? Isso pode acontecer com qualquer rede social, pois elas se renovam, envelhecem, saem de moda e surgem outras no lugar.

Então, é importante estar presente na internet também de outra forma. Diferente das redes sociais, o seu site é todo seu! Você tem controle sobre ele, é o seu “terreno”, como se fosse uma casa própria.

Ali, você pode incluir todas as informações importantes sobre a sua empresa, seu serviços, sua missão e tudo o que você achar importante para que o seu cliente confie na sua empresa. Dentro do seu site você pode até mesmo ter um blog e postar artigos para ajudar os seus clientes a contratarem um serviço de transporte de qualidades, explicar informações técnicas, escrever sobre aquilo que a sua empresa é especialista.

Você mesmo pode escrever esses artigos ou pode contratar uma pessoa, uma empresa especializada em produção de conteúdo, um freelancer ou até mesmo um funcionário e começar um departamento de marketing na sua empresa, porque não?

Bom, pra fazer o seu site, você precisa ter os mesmo cuidados que nós citamos na criação da marca e dos materiais gráficos: contrate um profissional qualificado para fazer o seu site.

Quando uma pessoa entra no seu site, é como se você estivesse abrindo as portas da sua casa para ela entrar e conhecer, só que online. E como você quer que o seu visitante (que pode ser um futuro cliente) veja a sua empresa? Bagunçada, desleixada e desorganizada, ou limpa, organizada e profissional?

Pois é! Seu site é a sua casa, sua empresa online. Então, é muito importante que ele seja bem feito, com tecnologia atualizada para funcionar direitinho em qualquer navegador e que tenha um design bonito e que converse com a identidade visual da sua empresa.

Falando em identidade visual, as cores, elementos, formatos de letra, enfim, devem ser as mesmas no seu site, nos seus materiais gráficos, nas suas redes sociais, pra ter essa unidade e fixar a identidade da sua marca.

Por exemplo, se o cliente pega o seu cartão de visitas ou folder , vê nele o endereço do seu site e entra lá para saber mais sobre a sua empresa, ele precisa ver ali no site a mesma identidade visual que ele está vendo no folder , pra ele conseguir entender que é a mesma empresa.

Se você tiver uma verba confortável para investir em marketing e divulgação, não quer perder muito tempo com isso e não entende muito sobre o assunto, sugiro que você pense na possibilidade de contratar uma agência de publicidade ou um funcionário que seja profissional de marketing.

As agências de publicidade oferecem serviços como construção de site, criação de logotipo e materiais gráficos, gerenciamento de redes sociais para manter suas redes sempre ativas, etc.

Mas, isso fica a seu critério e vai depender de quanto você está disposto a investir para conquistar mais clientes.

 

Networking

Essa palavra chique nada mais é do que construir e fortalecer a sua rede de contatos. Ou seja, trocar informações e experiências e criar relacionamentos com outras pessoas que fazem parte do seu mercado.

Conhecer pessoas novas, cultivar boas parcerias e pensar sempre no ganha-ganha é fundamental para qualquer empreendedor. 

Uma boa rede de contatos abre muitas portas e excelentes oportunidades de negócios.

Você pode começar atualizando as suas redes sociais. Nas próximas aulas, nós vamos explicar como criar e manter o perfil da sua empresa nas redes sociais, mas agora eu estou falando do seu perfil pessoal mesmo. Precisamos entender que nós não vendemos para empresas, vendemos para pessoas. Por isso, é importante pensar nesse relacionamento pessoal também.

Por exemplo, o LinkedIn é uma excelente ferramenta para gerar relacionamentos e parcerias sem nem sair de casa.

Muita gente acha que o Linkedin serve só para conseguir emprego, e isso é um grande erro. A rede ganhou muita força nos últimos anos e tenho certeza que vale muito a pena pra você que está começando o seu próprio negócio e precisa conhecer novas pessoas, ter novos contatos, formar parcerias e conquistar mais clientes.

Inclusive, os seus potenciais clientes estão no LinkedIn! Há milhares de gestores de logística que usam o Linkedin e contratam transportadoras todos os meses.

Então, capriche no seu perfil. Inclua suas experiências, coloque uma foto de perfil adequada, de preferência no ambiente corporativo, “não pode ser foto do churrasco nem da praia” , interaja com as pessoas comentando e compartilhando postagens que você acha interessante, principalmente aquelas que tem a ver com transporte e logística. Você precisa mostrar para as pessoas que você e a sua empresa existem.

Outra forma de fazer networking é participando de feiras (depois que passar a pandemia!), eventos e palestras relacionados a transporte e logística. Nesses eventos você vai ter a oportunidade de conhecer milhares de pessoas da área e ainda vai se atualizar com o que há de novo no mercado.

 

Marketing boca a boca

Não despreze o marketing boca a boca. Esse é um dos primeiros tipos de marketing que existiu na humanidade e é um dos mais eficazes e baratos (geralmente de graça)! O marketing boca a boca é feito pelos seus próprios clientes satisfeitos que indicam os seus serviços para outras pessoas.

Essa é uma divulgação muito poderosa, que está ligada a prova social, um gatilho mental muito forte nos seres humanos. Gatilhos Mentais são estímulos recebidos pelo subconsciente do nosso cérebro que influenciam diretamente a nossa tomada de decisão. E o gatilho de prova social é um dos que mais mexem com a gente no dia a dia. Por exemplo, se você vai jantar fora e vê dois restaurantes, um completamente vazio e o outro cheio, até com fila de espera, qual dos dois você vai achar que tem mais qualidade?

Pois é… Inconscientemente o nosso cérebro associa que se outras pessoas gostam, aquilo deve ser bom. E quanto mais pessoas gostam, melhor é.

Então, o cliente dizer que o seu serviço é bom tem muito mais peso do que você mesmo falar isso.

Para o seu cliente indicar sua empresa e gerar vendas, você só precisa de duas coisas: 

  • Qualidade nos serviços;
  • Excelência no atendimento.

 

Em outra matéria aqui do blog, vamos dar dicas valiosíssimas de como melhorar a qualidade dos seus serviço e como prestar um excelente atendimento ao cliente, que vai fazer com que ele fique encantado com a sua empresa.

Porque a gente não indica qualquer coisa pros nossos amigos, não é verdade? 

Então, podemos tirar daqui duas lições importantíssimas:

  • Quanto mais clientes, mais clientes.
  • Clientes satisfeitos fazem propaganda de graça!

 

Prospecção

Além do marketing e da divulgação, uma ótima forma de conquistar clientes é por meio da venda ativa. Ou seja, ligando ou enviando e-mail para seus potenciais clientes para oferecer os seus serviços.

 

Dica bônus para evitar dor de cabeça: Evite comprar listas de e-mail 

Existem muitas listas de e-mail sendo vendidas por aí. Mas esse tipo de estratégia pode não ser tão assertiva, simplesmente porque grande parte desses e-mails são “furados”, não existem mais, ou, se existem, quem garante que são de pessoas que tem perfil para comprar seu serviço? Há formas mais eficientes de encontrar potenciais clientes para prospectar, como no próprio Linkedin, que já citamos, e até mesmo buscando no Google.

Em outra aula, vamos explicar melhor sobre como estruturar um setor comercial, tanto para vendas ativas quanto para atender os clientes que conheceram a sua empresa através da sua divulgação de marketing.

Existem muitas outras formas de divulgar sua empresa, inclusive estratégias de marketing avançadas como SEO, Google Ads, anúncios pagos nas redes sociais, etc, essas  são mais complexas e precisam de  estudos mais aprofundados para conseguir aplicá-las da forma correta. 

Nesse curso, tentamos trazer opções simples e que, se bem feitas, já vão trazer muitos resultados positivos para sua empresa.

Na próxima aula, vamos explicar mais detalhes sobre como aplicar o marketing digital e usar as redes sociais para conquistar mais clientes. 

E então, o que achou desse conteúdo? 

Coloque aqui nos comentários quais dessas técnicas você já aplicou e deu certo.

Compartilhe esse conteúdo com os seus amigos e deixe o seu comentário aqui embaixo.

 

Muito obrigada e até a próxima aula!

 

Comentários