Com o mercado cada vez mais competitivo, a tecnologia faz toda a diferença, inclusive nos ramos da logística e transporte.

O uso do EDI vem trazendo muitos ganhos para as empresas. As informações são compartilhadas sem a necessidade de inserção manual, o que elimina erros de digitação e agiliza muito o processo, resultando em economia de recursos e ganho de tempo. Entenda melhor o que é o EDI, como ele se aplica na logística e os benefícios que ele proporciona.

 

Afinal, o que é EDI?

EDI (Electronic Data Interchange), que no português significa troca eletrônica de dados, é o processo de troca de informações entre computadores ou sistemas.

Através do EDI é possível transmitir qualquer tipo de arquivo eletrônico (Notas Fiscais, Conhecimentos de Transporte, documentos de texto, ect) sem necessidade de digitação e intervenção humana, substituindo correio, fax, e-mail.

O layout é um “manual” que descreve como o arquivo EDI deve ser gerado por um sistema e como ele deve ser lido por outro. Na prática, é um modelo padrão que o arquivo deve seguir. Existem diversos tipos de layout. No ramo de transporte e logística os mais comuns são o padrão Proceda e o XML.

 

Como o EDI é usado na logística?

Na logística, ele facilita muito a comunicação entre os parceiros com a troca de documentos como CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico), NF-e (Nota Fiscal Eletrônica), ocorrências, faturas e pré-faturas de forma rápida, transparente e sem os erros causados pelo preenchimento manual de informações.

Os sistemas TMS (veja mais sobre TMS) e os portais mais modernos para gestão da logística e transporte, tanto para transportadores quanto para embarcadores, utilizam o EDI para agilizar e centralizar os processos. Vimos em outro post como uma logística eficiente traz bons resultados financeiros. Com certeza o EDI traz muitas melhorias, ajudando a caminhar para a excelência nos processos logísticos.

 

O que eu ganho com isso?

Os benefícios do uso do EDI são inúmeros. Listaremos alguns:

  • – Redução de custos e ganho de tempo

Custos com impressão, papel, arquivamento e recuperação de documentos são reduzidos ou eliminados. Também são reduzidos os custos administrativos, consequência da grande redução do tempo gasto com atividades operacionais e manuais.

  • – Mais produtividade e assertividade

Automatizar o processo permite que sua equipe se concentre em tarefas de maior valor, sendo mais produtivos. Outro ponto importante é que os erros no registro das informações, que podem causar grandes prejuízos, também são eliminados.

  • – Qualidade nos serviços e clientes satisfeitos

Planejando melhor sua logística, ao longo do tempo é possível reduzir seus prazos de atendimento, tornando a prestação de serviços mais eficiente e deixando seus clientes cada vez mais satisfeitos.

  • – Melhora das relações com parceiros de negócio

Com o uso de EDI você pode trazer melhorias e vantagem competitiva à sua empresa, além de melhorar a qualidade do relacionamento com seus parceiros de negócios, trazendo mais transparência e evitando desentendimentos.

 


Dicas para reduzir os custos da logística utilizando TMS embarcador


 

Quer uma logística mais eficiente e com resultados cada vez melhores? Invista no EDI!

 

 


 

Comentários