fbpx

Em vez de ler, que tal assistir ao vídeo?

Quanto tempo você leva para resolver problemas das entregas?

Seus clientes até podem entender que imprevistos acontecem, mas é nesta hora que ele identifica qual transportador que está mais preocupado com o cliente.

Esse pode ser o fator decisivo para que ele volte a transportar com você ou nunca mais queira saber de sua empresa. 

Dando continuidade a nossa série com exemplos de Indicadores de Transporte, hoje, vamos falar sobre o indicador “tempo médio para solução de problemas”.

Se você quer saber mais sobre indicadores de desempenho, baixe também o e-book gratuito que preparamos pensando em você, que é gestor de transportadora:

Guia Indicadores no Transporte

Baixe grátis o e-book: Utilizando Indicadores na sua Transportadora →

 

Como saber o tempo médio para solução de problemas?

Para saber o tempo médio para solução de problemas o cálculo é simples: faça a diferença entre a data da ocorrência e a data em que ela foi solucionada e terá a quantidade de dias que demorou para resolver o problema. 

Some os resultados e divida pela quantidade de ocorrências dentro de um período e terá o tempo médio que sua empresa leva para resolver um problema.

Uma transportadora pode ter diversos tipos de problemas que levam tempos diferentes para serem resolvidos. 

Logo, você pode ter indicadores diferentes para ocorrências que sejam mais relevantes, como extravios de mercadoria, por exemplo.

Você pode também acompanhar este tempo de resolução por destino ou por cliente.

 

Por que você deve acompanhar esse indicador de transporte?

Imagine que o cliente fez apenas 1 transporte com você e teve um problema que demorou para ser resolvido. A probabilidade dele não voltar a transportar com você é muito grande.

Sabendo disso, você pode tomar alguma ação para evitar que isso aconteça: pode ser uma ligação ou  uma mensagem se retratando. 

Não vai te custar nada e vai fazer toda a diferença para o cliente. 

Outra ação é disponibilizar para ele uma tela de rastreio de entrega, para que o cliente consiga acompanhar os status do pedido dele e saber, em tempo real, se houve algum problema e quais ações estão sendo tomadas.

Para simplificar, existem sistemas de gestão de entrega, como o TudoEntregue, onde o motorista pode registrar todas as ocorrências no decorrer da entrega no mesmo momento em que acontecer. Você recebe, na mesma hora, a informação na sua Torre de Controle, onde você tem o domínio total de todas as entregas que estão na rua, por meio de gráficos, relatórios e, até mesmo, um mapa com a localização atual de cada motorista.

Analisando as ocorrências que acontecem com mais frequência, você consegue atuar com mais precisão para resolver os problemas, e isso vai refletir diretamente nos outros indicadores de desempenho.

Nos próximos vídeos vamos indicar outros indicadores

Nas próximas semanas, vamos citar outros indicadores de transporte importantes para você analisar aí nas suas entregas.

Então se inscreva no canal e ative o sininho para não perder nenhuma dica, e 

Compartilhe esse conteúdo com seus amigos transportadores, vai ser útil pra eles também.

Muito obrigada e até a próxima!

 

Comentários