A importância do descarte correto

As pilhas demoram cerca de 450 anos para se decompor, além de liberarem substâncias perigosas, que produzem reações químicas causadoras de contaminação do solo, de plantas, animais e seres humanos. As pilhas e baterias possuem metais pesados em suas composições, como o chumbo, mercúrio, cádmio, e ainda, cobre, níquel, zinco, cromo e manganês, embora possam ter vida útil bem diferentes umas das outras.

No Brasil, são vendidos, em média, 400 milhões de baterias e mais de 1 bilhão de pilhas por mês. Mas acredite, para nossa infelicidade apenas 1% é reciclado – em parte, por causa do alto custo do processo, aproximadamente R$ 990,00 (Novecentos e Noventa Reais) por tonelada, se comparado a reciclagem de papel onde o custo é de R$ 420,00 (Quatrocentos e Vinte Reais). Além do preço elevado, também há o conceito de falta de postos de coletas e o trabalho das empresas fabricantes ou distribuidoras de pilhas e baterias realizarem uma divulgação mais efetiva para conscientização dos brasileiros quanto a importância do descarte correto destes produtos.

Um trabalho que começou a despertar um diferencial, foi a fabricação de pilhas recarregáveis. Em 25/04/2012 tivemos a aprovação da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, o Projeto de Lei 1400/11, que aprova a substituição de pilhas comuns por recarregáveis em 5 anos.

Este projeto havia sido rejeitado pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Industria e Comercio. Segundo argumentos, as pilhas recarregáveis contribuem com um impacto ambiental maior em razão as substancias químicas que as compõem, e aumentarem os custos de produção para fabricantes tanto das próprias pilhas como de equipamentos eletrônicos.

Esta discussão acaba fazendo com que venhamos a enfrentar a dificuldade em conscientização da importância a população para que realizem um descarte de pilhas correto, e intensifiquem os postos de descartes.

Mas faz valer, que hoje atualmente podemos contar com algumas grandes Redes de Hipermercados, que mesmo de forma discreta, já disponibilizam locais para descarte de pilhas e baterias além também das lojas de operadoras de telefonia, entre outros.

E para finalizar gostaria de deixar a seguinte mensagem. Ao participar de uma palestra sobre Meio Ambiente, o palestrante perguntou aos participantes:

“Que país vocês querem deixar aos seus netos?.”

Então eu o indaguei “Nossa meus netos?”.

Ele respondeu sim, seus netos. Pois estamos falando de um longo futuro, e este questionamento se deu, porque os nossos avos não nos deixaram um mundo no qual possamos nos orgulhar. Sendo assim, precisamos fazer diferente.

Então eu de falto almejo deixar um mundo perfeito para os meus netos. E para isso farei a minha parte. Cuidarei do meu espaço e tentarei vender a ideia de um futuro melhor e com a possibilidade de fato, em colocar cada vez mais e melhor a ideia e conceito de sustentabilidade. Compartilhando ideias e experiências com o maior número de pessoas possível.

Comentários