A área de logística é cheia de desafios. Como consultor, diariamente escuto clientes compartilhando suas maiores dificuldades, e pude perceber que elas se repetem em empresas de diversos tamanhos e segmentos. Hoje, vou falar sobre os comprovantes de entrega, o impacto na operação e a importância de armazená-los digitalmente. Fique atento a estas dicas!

 

Comprovantes de entrega nas operações logísticas

De acordo com a legislação brasileira vigente, há dois documentos que servem como comprovantes de entrega: a 2ª via do conhecimento eletrônico de transportes e o canhoto da Nota Fiscal. Ambos com a data do recebimento e assinatura do recebedor da carga.

Após a entrega da mercadoria vem outro grande problema que pode gerar complicações comerciais e até mesmo judiciais. Para que o canhoto assinado retorne para a área administrativa da empresa, ele percorre um longo caminho que pode demorar dias ou até meses. Na prática, isso significa lentidão para recebimento do comprovante de entrega. Por isso, automatizar esta tarefa traz agilidade e segurança no recebimento do comprovante de entrega.

Importância de armazenar o canhoto de entrega digitalmente

Considerando este cenário apresentado e buscando a melhoria continua do serviço prestado aos clientes, empresas transportadoras e embarcadores estão investindo cada vez mais em sistemas que permitem a confirmação da entrega em tempo real e armazenagem digital dos canhotos de entrega.

O mercado de tecnologia tem disponibilizado sistemas TMS que permitem às empresas gerenciar suas entregas em tempo real, armazenar os canhotos de entregas que ficam disponíveis aos clientes para acompanhar suas entregas de forma on-line.

Mais do que uma tendência, o armazenamento de canhotos digital é uma realidade que gera muitos benefícios para toda cadeia logística.

 

dica transportadores tms transporte active corp software

 

 

 

 


 

Comentários