Conheça as vantagens de uma gestão
eficiente do sistema logístico

 

Sobre o Grupo Legrand

 

O Grupo Legrand é especialista mundial em sistemas elétricos e digitais para infraestruturas prediais, detentor das marcas Legrand, Pial, Cemar, Bticino, HDL, SMS, Daneva, Lorenzetti, Cablofil, Vantage e Nuvo. Estão presentes em mais de 180 países e no Brasil, contam com 8 filiais de vendas espalhadas pelo país, 7 centros logísticos e mais de 2.400 colaboradores.

O responsável pelo setor logístico do grupo, Eduardo Pinheiro Guerra, foi um dos palestrantes no evento de 20 anos da Active Corp, onde contou como conquistou grandes resultados otimizando e estruturando o departamento de logística utilizando o Frete Brasil, plataforma online para gestão logística.

 

 

Os problemas

Antes de implantar o sistema logístico Frete Brasil, o grupo sofria com algumas falhas que causavam diversos transtornos.

“Tínhamos 32 transportadoras homologadas para fazer transporte fracionado, sem contar as de carga dedicada. Era muito difícil levantar e consultar informações de outras empresas do grupo, os controles eram muito manuais, através de planilhas de Excel e as informações eram imprecisas. Não tínhamos uma formalização das solicitações de coleta. Antigamente, esse processo era feito meio que por sorte. Fazíamos a coleta mas ficávamos em dúvida, pois não tínhamos a confirmação do transportador, se ele iria ou não realizar a coleta. Não havia um pré-cálculo do romaneio, então quando o transportador enviava a cobrança a conferência era feita por amostragem, que é basicamente por sorte também. É até um pouco vergonhoso para uma empresa do porte da Legrand, mas era assim”, conta Eduardo.

 

A solução

Utilizando o Frete Brasil, o Eduardo pode perceber ganhos tanto no aspecto financeiro quanto em produtividade. Ele também explicou em detalhes de como o sistema logístico alcançou excelentes resultados utilizando a plataforma Frete Brasil:

 

Economia: Conferência de frete

“Com o Frete Brasil temos a gestão desde o faturamento da mercadoria até a entrega no cliente. Na conferência de frete, o Frete Brasil mostra exatamente em qual campo está a divergência. Dessa forma, fica muito mais fácil corrigir. Nós ganhamos, em média, uma redução de 3% no custo total de frete. Em alguns casos, o transportador estava cobrando um valor absurdamente maior, e conseguimos identificar através do Frete Brasil.”

 

Interação: Portal do transportador

“O transportador poder consultar as informações a qualquer momento é muito interessante. Nossos transportadores ficam de boca aberta nas reuniões, com a quantidade de informações que temos no Frete Brasil. Eu digo para o transportador ‘Você quer saber se eu vou te pagar esse CT-e? É só clicar aqui!’. Ele tem a mesma visualização do sistema logístico que eu tenho através do portal do transportador e os usuários são ilimitados. O relacionamento entre nós e o transportador melhorou muito e passamos a ter mais confiança em nossos parceiros.”

 

Automação: Ordem de coleta

“O Frete Brasil envia as coletas por e-mail para o transportador e elas ficam disponíveis no portal também, caso ele não receba o e-mail. A partir da solicitação de coleta, onde os XMLs já estão atrelados, o romaneio já é gerado. Isso é fantástico!”

 

Controle: Acompanhamento de Entregas

“Tivemos um ganho enorme, pois quando você calcula o romaneio o Frete Brasil já faz o pré-cálculo dos CT-es, disponibiliza os XMLs no FTP para o transportador e já cria o link do traking (acompanhamento de entregas), e já começamos a receber as ocorrências dos transportadores para o acompanhamento de entregas. Os clientes também acessam as informações online.”

 

Praticidade: Nota Fiscal

“Na tela da Nota Fiscal você já tem rastreabilidade para tudo. Nela você tem a pré-coleta que foi gerada, o romaneio, a previsão de entrega de acordo com o prazo cadastrado na tabela do transportador, o pré-calculo do CT-e e quando o transportador envia um CT-e, o Frete Brasil já o relaciona à nota também.”

 

Assertividade: Indicadores (KPIs)

“Os Indicadores (KPIs) têm padrões muito interessantes e são atualizados três vezes ao dia. Sempre falo para os meus transportadores: ‘Se vocês têm dúvidas de como está sua performance, entre no Frete Brasil, pois quando tivermos uma reunião de performance, você não irá fazer cara de surpresa’. Além de usar todos os indicadores do Frete Brasil, eu posso extrair a base de dados e criar meus próprios indicadores completos do sistema logístico.”

 

Precisão: Pré-fatura

“A pré-fatura é uma novidade para nós que facilitou muito. Todos os conhecimentos que já foram analisados automaticamente ou aprovados manualmente (que são apenas as exceções) e estão disponíveis para faturamento, nós atrelamos às ocorrências de entrega realizada, o que foi um grande avanço, pois antes pagávamos sem saber se a entrega foi realmente finalizada, pois não dá para ligar para o transportador em 100% dos casos; geramos a pré-fatura com tudo que está aprovado financeiramente e enviamos para o transportador fazer a cobrança.”

 

Flexibilidade: Ocorrências

“Uma novidade do Frete Brasil que é muito interessante e considero uma grande inovação é a ocorrência de agendamento. Tínhamos uma dificuldade de saber a previsão nos casos de coleta agendada, pois por padrão, o sistema calculava a previsão de entrega de acordo com a tabela do transportador, mas no caso da entrega agendada a data não batia. Agora, quando o transportador lança uma ocorrência de agendamento, a previsão de entrega muda de acordo com a data e horário do agendamento. Ficou sensacional, parabéns para toda a equipe!”

 

Confiança

“A confiabilidade do sistema é tão boa que no grupo Legrand, num padrão mundial, em nenhum caso no mundo inteiro o grupo tinha aprovado uma integração via webservice que se integrasse direto com o nosso ERP. A Active Corp foi a primeira que a unidade da França aprovou. Ou seja, o grupo teve confiança nas informações que a Active passou. Ficamos muito felizes com essa notícia!”

 

Eduardo finalizou deixando um recado para as empresas que têm receio de investir em um sistema logístico eficiente e acabam perdendo a chance de crescer:

“O padrão de gestão que tínhamos antes qualquer um poderia dizer ‘Ah, funciona’. Funciona, mas tenho certeza de que há condições de melhorar. Convencer um grupo que tem atuação internacional de que você precisa mudar o TMS dele e levar esse mesmo padrão para todas as unidades, não é fácil. Temos que sair da zona de conforto e expandir.”

 

sistema logístico frete brasil tms embarcador

 

 


Comentários